Nesse post, vamos falar sobre como demonstrar maior transparência no nosso dia-a-dia pode transformar a confiança da população brasileira e nos ajudar a mudar o Brasil.

Quando eu morava na França, notava uma situação bem diferente que acontecia dentro dos supermercados. Lá, o pessoal costuma fazer pequenas compras várias vezes no mês ao invés de fazer uma grande compra mensal. Por isso, eles vão ao supermercado quase todos com um carrinho de compras de tecido, sabe? Tipo o da foto abaixo.

carrinho-de-feira

Carrinho de feira, ótima ideia para levar uma vida mais sustentável!

 

Eles rodavam o mercado colocando os produtos da prateleira no carrinho e, chegando ao caixa, do carrinho no balcão. Até aí, tudo bem.

Mas depois que esvaziavam o carrinho, algo mais acontecia… Eles pegavam aquele carrinho, punham quase em cima do balcão e abriam a tampa para mostrar para a atendente do caixa que o carrinho estava vazio, tipo: “olha, não estou tentando roubar nada não, hein!”.

Eu achava aquilo tão estranho…. “Justo na França, um país onde a maioria das pessoas é tão confiável, pra quê ficar mostrando o carrinho?”, pensava eu… “Se fosse no Brasil, aí sim precisava mostrar!”. Nas primeiras compras, eu ia ao supermercado e não mostrava meu carrinho coisa nenhuma, afinal eu não era bandida, não estava roubando nada mesmo… E ninguém ficava pedindo pra ver meu carrinho não… Com o tempo, percebi que aquilo não era uma exigência do supermercado e sim vontade própria das pessoas. Parecia ser um hábito normal, então comecei a praticar também.

Eu confesso que nunca entendia o porquê desse hábito… Mas recentemente pensando sobre isso, acho que entendi o porquê… A resposta é: TRANSPARÊNCIA. Talvez os franceses não sejam confiáveis apenas porque são, e sim porque eles demonstram ser confiáveis. É aquele velho ditado: não basta ser honesto, tem que parecer honesto! Ou melhor, provar ser honesto!

Acredito muito que o fato de sermos transparentes no nosso dia-a-dia gera maior confiança para a pessoa com a qual estamos lidando… E confiança no próximo é fundamental para que possamos construir uma sociedade melhor.

Comparando às nossas ações aqui no Brasil, me lembrei de diversas vezes em que, por exemplo, comprei ingresso meia entrada no cinema, ou agora, nas Olimpíadas, e entrei sem apresentar a carteirinha de estudante. Eu poderia ter apresentado a carteirinha, porque sou estudante! Mas não apresentei… Por que? Sei lá… Porque fiquei com preguiça de tirar da carteira, ou porque quis “testar o sistema”… Uma grande besteira! Eu não estava fazendo nada errado, mas agi como se estivesse.

A pessoa que pegava meu ingresso meia entrada provavelmente não prestava atenção, ou então pensava que eu estava dando migué e ficava quieta… Porque certamente ela não deve ter pensando “ah, ela deve ser estudante sim, só ficou com preguiça de apresentar a carteirinha”. Afinal, eu não tenho mais carinha de adolescente! Hahaha

Mas depois, refletindo comigo mesma, eu cheguei à conclusão de que esse tipo de comportamento é horrível!

Uma das coisas com que sofremos bastante aqui no Brasil é a sensação de que todo mundo está tentando passar o pé na gente. Não confiamos muitas vezes nem em doar dinheiro para instituições de caridade com medo de que seja golpe! E por que? Será que não é essa falta de transparência? Será que se mudarmos pequenos comportamentos no dia-a-dia não conseguimos eliminar esta situação?

Nós sempre exigimos transparência do governo… Mas e de nós mesmos?

Acredito sinceramente que, se revertermos esse senso comum de que todo brasileiro é malandro, teremos dado um grande passo em direção a um Brasil melhor.

Então hoje proponho que você reflita sobre a transparência.

Observe no seu dia-a-dia como você age, como as pessoas ao seu redor agem. Será que tem como você demonstrar mais vezes que está sendo honesto?

Por exemplo, se você comprou carne para o churrasco e a galera vai rachar a conta, apresente a nota do mercado para a turma! Se você comprou meia-entrada no cinema, apresente a carteirinha! Se o chefe te liberou para levar o filho no médico, apresente o atestado de comparecimento! Se você tem uma empresa social ou uma instituição de caridade, demonstre certinho como o dinheiro das doações tem sido aplicado, mostre fotos, vídeos, notas fiscais!

O que você acha desta ideia? Deixe seu comentário abaixo e não esqueça de curtir e compartilhar esse post no Facebook!