Esse não é um post patrocinado! Estou falando sobre esta marca apenas porque ela MERECE ser divulgada.

Sabe por que? Por que a cada par de sapatos que você compra com eles, eles doam outro par a uma criança carente. Mas não só isso! Hoje a TOMS – avaliada em mais de 600 milhões de dólares – trabalha com mais de 100 parceiros em mais de 70 países, oferecendo a milhões de pessoas cinco tipos de “presentes”:

O presente dos sapatos, o presente da visão, o presente da água limpa, o presente do nascimento seguro e o presente da gentileza.

Basicamente esses presentes envolvem doações de sapatos, financiamento de clínicas e hospitais oftalmológicos para pessoas carentes, financiamento de sistemas de água limpa para regiões necessitadas, treinamento para parteiras, doação de kits para realização de partos seguros e programas para prevenção de bullying nas escolas.

E isso tudo numa empresa que ainda gera lucro! E não o tipo de lucro que é reinvestido na própria empresa como acontece em um Negócio Social… É o tipo de lucro que vai direto para seus donos.

E como isso tudo é possível!? Bom, aliado a uma provável boa administração da empresa, isso só se tornou realidade porque seu fundador, Blake Mycoskie, resolveu fazer algo que muitos achariam um absurdo: abrir mão de parte do seu lucro em prol de fazer o bem aos outros.

“Nossa, mas que maluco!!”, você pode pensar, “ele poderia ser bilionário agora!!”… Mas será mesmo? Será que a TOMS teria o sucesso que tem hoje caso não fizesse todos esses projetos sociais!? Será que ela não seria apenas mais uma marca de sapatos em meio a tantas outras e acabaria falida?

Blake conta no seu livro Comece Algo que Faça a Diferença que grande parte do sucesso da TOMS se deu graças à sua história, ao seu desejo de ajudar os outros. As pessoas que descobriam sua marca e sua história ficavam encantadas com a iniciativa. Elas ficavam felizes em comprar seus produtos e, mais importante!, faziam questão de passar a mensagem adiante e contar para os outros com orgulho que eles haviam contribuído para esse grande projeto!

Quem precisa de propagandas caras quando se tem essa história maravilhosa que se auto-propaga pela boa vontade das pessoas, não é mesmo!?

Blake hoje é milionário. Mas bem antes de ser, ele aprendeu primeiro a viver uma vida bem mais simples. Em seu livro, ele nos faz a seguinte pergunta “Olhe ao seu redor. De quanto você realmente precisa na vida? Quantas roupas? Quantos brinquedos?”.

Blake tem razão. Quando aprendermos que a verdadeira definição de sucesso não é o dinheiro que temos na conta bancária, conseguiremos chegar muito mais longe.

O que você achou dessa história!? Concorda que é um ótimo exemplo para quem quer mudar o Brasil!?

Você é dono de alguma empresa? Acha que conseguiria abrir mão de parte de seu lucro em prol de outras pessoas!? Deixe seu comentário abaixo!